Hipertensão na Gravidez – Previna-se!

Saúde e Bem-Estar

Uma grávida pode ter hipertensão seja porque já era hipertensa antes de engravidar ou porque desenvolveu hipertensão arterial durante a sua gestação.
Quando o quadro de hipertensão surge somente após a 20ª semana de gestação em uma mulher que não era previamente hipertensa, nós classificamo-la como hipertensão gestacional.
A pré-eclâmpsia, ou Doença Hipertensiva Específica da Gestação (DHEG), atinge cerca de 10% das gestantes no mundo, e pode causar problemas de saúde sérios, tanto para a mãe, quanto para o bebê.
Esse distúrbio se apresenta sob duas formas: pré-eclâmpsia, que é o aumento da pressão arterial acompanhada da eliminação de proteína pela urina e que pode evoluir para um quadro mais grave, e eclâmpsia, que é a evolução da pré-eclâmpsia, apresentando além da pressão elevada, várias complicações e acessos repetidos de convulsões, as quais podem terminar em coma e, eventualmente, em morte.

A grávida pode ser acometida por 4 formas diferentes de hipertensão, a saber:

1- Hipertensão crônica preexistente 

Indivíduos com valores da pressão arterial frequentemente acima de 140/90 mmHg são considerados hipertensos. Na gravidez, é considerada hipertensão preexistente toda hipertensão que já existia antes da mulher ficar grávida. Como era esperado, mulheres que são hipertensas antes da gravidez, continuarão sendo hipertensas durante toda a gestação.
A hipertensão também é considerada preexistente se ela for identificada antes da 20ª semana de gestação. Quando a mulher descobre que está hipertensa antes da 20ª semana é porque ela já era hipertensa antes da gravidez e simplesmente não sabia.

2 – Pré-eclâmpsia 

É o surgimento de hipertensão após a 20ª semana de gravidez associado à perda de proteínas na urina, situação que é chamada de proteinúria (leia: PROTEINÚRIA E URINA ESPUMOSA). Uma hipertensão que surge após a 20ª semana de gestação e está associada a problema renais, do fígado, do sistema nervoso central ou queda no número de plaquetas também pode ser pré-eclâmpsia.

3- Pré-eclâmpsia superposta à hipertensão crônica 

É a pré-eclâmpsia que ocorre em mulheres previamente hipertensas.

4- Hipertensão gestacional

É considerado hipertensão gestacional aquela hipertensão que surge somente depois da 20ª semana de gestação e que não apresenta perdas de proteínas na urina, nem qualquer outra manifestação sugestiva de pré-eclâmpsia.
Cuidados antes, durante e depois da gestação

É importante ressaltar que o acompanhamento de rotina com um cardiologista e com um obstetra é tão essencial quanto a prática de exercícios e uma alimentação saudável para qualquer gestante, antes, durante e depois da gravidez. A mulher que desenvolve a DHEG geralmente retorna ao seu quadro normal após o parto, mas existe a possibilidade de uma predisposição em uma futura gestação.

Cuidar do corpo e da mente é essencial para quem busca uma gravidez tranquila e saudável. Não é possível fugir da hipertensão crônica, mas existem sim maneiras de manter a saúde sob controle. Uma boa alimentação, praticar atividades físicas, evitar ganho excessivo de peso, dormir bem, fazer exercícios de relaxamento, além de um pré-natal adequado, e seguir as orientações médicas a risca são atitudes que, com certeza, vão fazer a diferença para você e para seu bebê.

 

Para saiber mais sobre control da sua pressão arterial: http://www.minhapressaoarterial.com.br 

Posts Relacionados

Nova tecnologia permite tirar sangue sem falhar veias Encontrar a veia de um paciente através do toque nem sempre é fácil e gera, muitas vezes, incômodo e transtorno. Este problema, recorrente ao se colet...
Previna-se das doenças típicas do outono Com a chegada do outono (no próximo dia 20) e dos meses mais frios, doenças transmitidas pelo ar são mais fáceis de serem disseminadas, isto porque, n...
Aplicativos podem melhorar o controle glicêmico e contribuir no autogerenciamento do Diabetes? Espera-se que, globalmente, o número de pacientes com Diabetes aumente para mais de 500 milhões até 2030. Pensando nisso, uma pesquisa realizada no R...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *