Você cuida da saúde de suas pernas?

Saúde e Bem-Estar

Em sua normalidade, o sangue nas veias das pernas flui de volta para o coração. Nos casos de insuficiência venosa crônica estas veias têm dificuldades em fazer este fluxo. Essa condição afeta as válvulas nas veias, cuja função principal é a de impedir que o sangue flua para trás. Problemas com estas válvulas fazem com que o sangue se acumule nas pernas.

Quais são os sintomas?

Alguns tipos de insuficiência venosa não apresentam nenhum sintoma. No entanto, há geralmente uma ampla variedade de sintomas, incluindo:

  • Sensação de peso nas pernas, especialmente no final do dia, aliviada por colocar os pés para cima ou caminhando
  • Inchaço nas pernas, especialmente em torno dos tornozelos e panturrilhas
  • Formigamento ou dormência
  • Cãibras musculares
  • Prurido, inquietação, etc.

Estes sintomas são mais comuns nas panturrilhas e tendem a aumentar à medida que o dia passa e durante o tempo quente.

Quais são as consequências?

Quando a condição se desenvolve e, em particular, se não for tratada, pode-se observar:

  • Para começar, a formação de varizes visíveis e pouco atraentes, muitas vezes dolorosas
  • Em seguida, incapacitantes complicações, como edema e sérias complicações de pele com alterações a sua cor, resultando, ainda, na formação de úlceras de pele.

Quem é afetado?

Esta condição é mais comum do que se possa imaginar. A insuficiência venosa crônica afeta mais de 8 em cada 10 pessoas no mundo. Enquanto as mulheres são mais propensas a sofrer com esta condição, os homens também podem ser afetados. Os sintomas aumentam com a idade, já que as veias perdem sua elasticidade e não se contraem tão facilmente quando envelhecemos.

Quais fatores contribuem?

Vários fatores de risco podem ser associados com o aparecimento ou o agravamento dos sintomas da doença venosa crônica. Alguns são os mesmos para ambos os sexos:

  • Idade
  • Genética
  • Excesso de peso
  • Fatores dietéticos
  • Comportamento sedentário de longo prazo
  • Postura de trabalho (sentado tempo prolongado ou de pé)
  • Manter as pernas cruzadas
  • Levantamento de peso (> 10 kg para mulheres, > 25 kg para os homens)
  • Roupas apertadas (cintos, calças, espartilhos, botas apertadas, etc.)
  • Calor
  • Fumar
  • Alguns esportes exercendo forte pressão sobre válvulas da veia (tênis, squash, levantamento de peso, etc)

Outros fatores são especificamente do público feminino, como sintomas pré-menstruais, pílula anticoncepcional e número de gestações.

Enquanto outros, são devidos a profissões que exigem prolongamento da posição sentado ou de pé por muito tempo, por exemplo, o chef de cozinha, cabeleireiro, caixa, motorista, cirurgião, lojista, pessoal administrativo, pessoal de saúde, comissárias de bordo, etc.

Saiba mais: https://www.cedraflon.com.br/saude-das-suas-pernas/dor-nas-pernas/

Posts Relacionados

O Guia da Corrida Corrida, uma atividade física acessível a todos, é benéfica para a sua saúde, para o seu dia a dia e seu bem-estar (virtudes preventivas e terapêutica...
Você sabia que a maioria dos ataques cardíacos ocorre pela manhã? Foi demonstrado que os ataques cardíacos ocorrem três vezes mais frequentemente pela manhã do que pela noite. O aumento do risco de ataque cardíaco ma...
Mantenha a saúde nas festas de fim de ano. Fim de ano é aquela loucura! Difícil manter uma dieta saudável com tanta confraternização, pequenas ou grandes reuniões, comemorações com os amigos, l...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *